/

lyrics

vou por uma rua renderizada
caminhando igual que sempre
baixo a chuva

rea

~~ ~~ ~~

um punho rompendo o nariz
youtubers transformando a realidade
um sonho que não sai de nenhum sítio
fascistas de distintas cores

onde vou, onde vou, onde vou eu
atrás de algo que já se moveu
horas, dias, meses, água
submerge o grande colisor de hádrons

vi-te ontem outra vez mas não sei onde moras
uma casa com terraço estilo marroquino
à beira do campo ultra profundo do hubble
prognostico a morte da morte da morte
nascendo num lugar onde não há bloggers
simplesmente fecho os olhos e suspendo os pés
a realidade não coincide com as expetativas
mas quem disse que as expetativas não são tão reais
atravessar o sol como um bebé
cidades no meio de automóveis
onde vou, onde vou, onde vou eu
horas, dias, meses, água

como um helicóptero da polícia
cruzando a tua cabeça pra te proteger
a mídia inspeciona a realidade
buscando alguma prova pra te defender
um quarto de volta à tua esquerda
outro quarto de volta à tua direita
fazei fact-checking pra ir na prefeitura
duplo fact-checking pra falar de Lenin
embaixo do céu da NEO・GEO
tudo é nova política económica
like se estás a ver isto em 2050

Eu vivo embalsamado em metadata
dançando a bossa-nova do arco-íris
não escuto às primeiras gerações
a história é um link de megaupload
enquanto sangre essa ferida
o novo testamento rematou
a terra não existe

~~ ~~ ~~

lidade imersiva
vejo coisas que ninguém imagina
cavalos tirando de seus donos
coisas que nem sabes que existiam

os nenos vão à escola
é o melhor protocolo pra acabar com a polícia
como se houvera outro
um dia de exames faz mais
que mil anos de palizas

mas não é fácil

não acaba com os yonkis
quem lhes vende a droga
ou sim
a questão é se a empresa ganha mais
com os becários ou com a coca

estamos perto
a fronte populista vai chegar ao governo
analisaste a realidade
nos termos de atresmedia
e perdeste o templo

pobreza
não é fruto da imaginação
pobreza
é um espetáculo multimédia

às vezes ouço vozes
muito conscienciosas
falam do que temos de fazer
com as nossas
vidas
se não queremos acabar pedindo
num primark gigantesco
no jardim da McDonald's

a ver se compreendes
já vai sendo hora
de ti depende o futuro
da classe trabalhadora

põe teu dinheiro
em nossa empresa
colabora
"queremos ser mais libres"

tipo Jordi Évole
ídolo de massas
veio falar com o filho de Baltar na sua casa
a deputação de ourense
um tema tanto ou mais hollywoodense
que o dos escravos de Zara

e pobres negros
morrendo no mediterrâneo como ratas
é pra denunciar o caso
falar com Obama
acudir a Facua

aqueles que dizem que fazem o bem
só pretendem seguir a fazer o bem
perpetuamente
é seu negócio
como a igreja no Congo

cá estou
levando-lhes comida a essa pobre gentinha
cá estou
lhes ensinando a pescar, a ver se espabilam

que pensavas que ia se passar?
eu não preciso mais gráficos de desigualdade
por que tu crês que essa criança dobra o lombo?
não preciso essa informação


a construção das nações
é um assunto que muitos evitam
máxime os nacionalistas
que são todos
todos os que não são anarquistas

é como dizer que os suevos
percorreram media europa para vir à Galiza
ouvir poesia e tocar a gaita
ouvir poesia e tocar a gaita

nacionalidade histórica
como tantas outras coisas
um invento de Fraga
um lixo
igual do que a nação
como tantas vezes
não importa a distinção

um país não se faz sem sangue
uma religião não se faz sem sangue
um videogame não se faz sem sangue
o poder é sangue

pobreza
não é fruto da imaginação
pobreza
é um espetáculo multimédia

isso todo o mundo sabe
os países
são imensos cárceres
privatização iminente
quando a catalunha for independente

a liberdade não se compra com dinheiro
nem com armas
nem com medo
medo da Espanha
como se Gabriel Rufián
não fosse o equivalente a Soraya

isso todo o mundo sabe
os países são imensos cárceres
é por isso que há seguridade
deixai de falar de Trump
e buscai o jeito de destruir
a autoridade

mas isso não se pode, eh
quando um mora no distrito federal
dos Estados Unidos Podemos
isso não se pode, não é
neste mundo de just in time globalizado

de gasolineiras
os after-hours dos carros
uma rede impressionante de turismo infernal
tu já saíste uma noite, foste à área de serviço
encheste o depósito a euro 30 o litro
fechaste a tampa e no momento de pagar
empeçaste a compreender
as virtudes do PP?

não existe a solidariedade
toda empresa aspira a ter um cash flow nível niágara
começaram na garagem
hoje floresce sua expansão
dos Açores até a Ásia

comércio local
mas em que mundo vives?
o mais local que existe é o mundo rural
onde não há comércio
que não seja transnacional
nos bares do meu povo
vendem rum brugal

e detergente skip
diretamente saído do intestino
da unilever
ao princípio dava medo
mas afinal como sempre
acabei me acostumando
ao cheiro

pizza
oferta estival
pizzalização
do mercado local
não vai ser doutro jeito
a massa do fresh pizza é do mesmo trigo transgénico
que a do pão artesanal

e se não, vai ser
estamos esperando pelas novas leis
como quem faz um lume
e se senta a contemplar
as primeiras labaredas
ascendendo pelo ar

credits

from NATIVOS DIGITAIS (mixtape), released March 15, 2017

tags

tags: pop Quins

license

all rights reserved

about

Emilio José Quins, Spain

Fã de Hawaii Five-0, Germaine Tailleferre, Tsai Ming-liang, Diane di Prima, Giacomo Puccini, Shabazz Palaces e Frére Dupont.

contact / help

Contact Emilio José

Streaming and
Download help